fbpx

Você sabia que a Psoríase pode estar relacionada à depressão?

Segundo pesquisadores da Skane University Hospital em Malmö da Suécia, o risco de depressão tratada por medicamentos é maior em indivíduos com psoríase, com 21,1% das mulheres com psoríase recebendo tratamento farmacológico para depressão em comparação com 14,2% da população controle.

Em comparação com homens com psoríase, a prevalência de depressão foi significativamente maior em mulheres com psoríase. Pacientes do sexo masculino e feminino com psoríase com menos de 31 anos apresentaram o maior risco de sofrer de depressão. Além disso, também existe o fluxo reverso, ou seja, a depressão desencadeando os sintomas da psoríase.

Recentemente alguns famosos utilizaram do seu espaço na rede social para comentar sobre o assunto, como a Juju Salimeni e Kelly Key, onde elas contam como está sendo aflorado a psoríase nesse período de quarentena.

E quais seriam as alterações que a psoríase causa? A psoríase é uma doença que afeta a pele e apresenta os principais sintomas:

1.Coceira;
2.Vermelhidão;
3.Descamação;
4.Placas com bordas delimitadas, cobertas por uma fina camada prateada.
Porém, a psoríase pode ter formas mais agressivas que acabam piorando as feridas. Muitas vezes aparecem lesões mais profundas e inflamadas. Também podem aparecer bolhas e pus.

Além disso, quando as lesões são muito profundas podem afetar as articulações, impedindo movimentos. A psoríase ainda é uma doença que precisa ser diagnosticada por um médico dermatologista. Áreas da pele que ficam constantemente expostas como nuca, couro cabeludo, joelhos e cotovelos, mãos e unhas são mais comuns para lesões aparecerem.

A aparência da pele quando em situações de crise costuma colocar o paciente em situações bem constrangedoras, como a discriminação de quem não sabe nada sobre a doença. O preconceito e a discriminação são seus principais agravantes e acabam se tornando mais um inimigo para essas pessoas.

O portador da psoríase pode sentir-se tão envergonhado, que busca de todas as maneiras esconder suas lesões. E o sentimento de baixa autoestima pode ser tão forte, que resulta no isolamento social, pouco rendimento profissional, sentimento de derrota e falta de esperança.

Como evitar os primeiros sintomas de desânimo e insegurança que colaboram para a iniciar a depressão? Caminhar, andar de bicicleta, patins, correr ao ar livre, contribui para a melhora de ambas enfermidades, o exercício libera hormônios do prazer, que acalmam e provocam sensações de satisfação. Obriga o doente a sair de casa, conviver com outras pessoas. O sol ajuda a controlar os sintomas da psoríase, por meio da exposição da pele aos raios ultravioletas.

Se comprometa a lidar com o momento presente de uma forma mais tranquila, desenvolvendo o amor-próprio e paciência, aproveite também todas as oportunidades de encontros sociais e de lazer.

Não deixe que os incômodos que a doença traz e nem o preconceito te façam sentir deprimido ou ansioso intensificando as emoções negativas. Isso pode tornar mais grave a condição da pele. Tenha sempre o pensamento positivo e valorize a sua vida.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2022 Tegum. Todos os direitos reservados.

Contato

Nos envie um e-mail e entraremos em contato o mais rápido possível.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?